segunda-feira, 18 de março de 2013

Uma segunda chance para os cavalos!

Antigamente cavalos e outros animais utilizados como montaria ou para transporte de cargas eram sacrificados apos quebrarem a perna, nos dias de hoje, esses animais ainda são geralmente sacrificados após sofrerem esse tipo de lesão, pois têm pouquíssimas possibilidades de ter uma recuperação bem-sucedida. 

A cura da perna de um cavalo e é difícil devido a vários de fatores. Suas pernas devem absorver um impacto considerável, já que seu corpo e pesado e ele galopa em alta velocidade. Outra coisa a ser considerada é a quantidade de ossos que eles têm na perna. Dos 205 que formam o corpo todo de um cavalo, 80 ficam nas pernas. O complexo sistema de articulações, ossos, ligamentos, tendões, cartilagem, lubrificante, lâminas e cascos, que contribui para a sua grande velocidade também atrapalha e muito na hora da recuperação.


Geralmente se escuta muito sobre sacrifício de cavalos usados nas competições de hipismo (modalidade onde um cavaleiro ou uma amazona participam de diversas provas montados em um cavalo, como salto, corrida, polo e etc...), onde os cavalos geralmente sofrem lesões mais graves.


Mas e preciso esclarecer que nem sempre isso acontece. "Nem todas as fraturas levam o cavalo ao sacrifício, apenas aquelas mais graves, com exposição do osso, por exemplo. Fraturas pequenas ou trincas podem ser perfeitamente tratadas", afirma o veterinário Rogério Passos, da Sociedade Hípica Paulista, em São Paulo.

Muitos cavalos vem ganhando uma segunda chance graças a vários veterinários que estão implantando próteses nesses animais a fim de evitar o sacrifício deles, como e o caso de Midnite, que nasceu sem parte da pata traseira. Veja o vídeo abaixo:

0 comentários:

Postar um comentário

 

About

Site Info

Inteligente Online Copyright © 2009 Community is Designed by Bie Converted To Community Galleria by Cool Tricks N Tips